O quarto lockdown in Viena

Difícil de acreditar, mas estamos no quarto lockdown. Parece também que não saímos do mesmo lugar. Faz um ano, em abril do ano passado, nós estávamos em lockdown também. Parece que não houve grandes modificações nas nossas vidas. Desde de então, seguimos em nossas casas, enquanto o vírus lá fora, segue ditando as regras.

No primeiro lockdow, havia uma esperança de que tudo passaria muito rápido. Era só ficar em casa e vir a vacina e pronto.

Mas, as coisas não sairam assim. Desde de setembro do ano passado, quando houve um aumento considerável de casos de Covid19, o vírus já mostrava que podia ser muito mais trabalhoso do que era. As mutações são a prova disso.

Os políticos europeus custaram a tomar as medidas de precaução. E olha que não faltou de alertas de médicos, epidemologistas ou virologistas.

Por outro lado, não podemos deixar de lado a questão econômica assim, tão fácil. No começo da Pandemia acreditava-se que a solução seria fácil. Em outras palavras, que podia-se bancar o confinamento.

Hoje discute-se a questão do endividamento público. Acredita-se que a recuperação econômica seja rápida, pelo menos, aqui na Europa. Mas, depois de tantos subsídios que foram pagos e com uma possível aumento de impostos, a pergunta que fica no ar é se a crise do Coronavirus é pagável.

Quanto a mim? Eu me sinto como a minha gata Cookie, quando quer ir a varanda. Além de esperar a vacina, que ainda não chegou, eu espero que também que a normalidade realmente volte.

Aqui na Europa, fala-se de um verão normal. Estamos a pouco mais de dois meses do verão europeu. Algo como 20% da população dos países membros da União Européia foram vacinados. Será que isso vai se concretizar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.