Rio de Janeiro, o lugar perdido

Estamos quase todos os dias nos noticiários europeus. Seja pela Amazônia, seja pela desastrosa campanha durante a Pandemia e agora pela chacina em Jacarezinho. Chacina que deixou 25 mortos.

A Polícia Civil alega que respeitou os protocolos. Mas, não revelou em que circunstâncias essas pessoas morreram e nem suas identidades, salvo a do policial.

O Rio é o retrato do caos. Na Pandemia, não foi capaz de ter, nem minimamente uma política para conter o vírus.

Recentemete, seu Governador Wilson Witzel sofreu Impeachment por corrupção.

Eu tive que procurar na Internet, o nome do atual Governador. Ele se chama Cláudio Costa e seu partido é Partido Social Cristão. Confesso que nunca ouvi falar de nenhum dos dois.

De todas as maneiras, o que no passado era o tráfego de drogas, agora vem com as milícias que disputam seus espaços, nas favelas.

Para resolver o gravíssimo problema da desigualdade social, problema raiz no Rio, não será na violência.

Mas, por outro lado, da maneira que estamos andando, a sensação que passa é que haverá bem mais, derramamento de sangue.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.