CPI da Covid19 e a mesmice da política brasileira

Infelizmente, não ando com muito tempo para escrever, aqui no diário. Retomei as minhas aulas de Marketing Digital. Além disso, o retorno de filhota para a escola, não foi fácil. Sentar e estudar com uma criança não é uma tarefa simples, mais ainda uma pré-adolescente.

Coisa boa é que com o fim do lockdown, aqui na Áustria, podemos ter uma pouco de normalidade, mesmo que isso signifique fazer testes de Covid19 para tudo. Restaurante, cinema, teatro, hotéis…ainda bem, que terei a minha vacina breve. Isso facilitará, meu cotidiano.

No mais, os últimos acontecimentos no Brasil são desanimadores. A Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid19 seria um bom momento para apurar todos os erros do governo Bolsonaro durante a Pandemia. E olha que foram muitos. E por negacionismo idiota!

O depoimento do atual gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo foi muito dolorido de ouvir. A farmacêutica norte-americana fez sete ofertas de vacinas, ainda no ano passado. O governo brasileiro foi incapaz de responder. Se tivesse aceito, o Brasil estaria com a programa de vacinação bem adiantado. E com uma vacina considerada de ponta! Isso me deu nojo, simplesmente.

E a oposição no Brasil? Prefere apostar na polarização Lula-Bolsonaro, para as eleições presidenciais de 2022. Prefere deixar o país sangrando, com mais 430 mil mortos ao Impeachment.

Aliás, a própria CPI da Covid19 se transformou nesse palco de show dos horrores. Um palanque para 2022. Se é assim, o ideal seria encerrar os trabalhos.

Para concluir este texto, comentou-se muito sobre o encontro entre Lula e Fernando Henrique Cardoso, nas redes sociais. O encontro em si, não é ruim, mas o que está por trás, mostra o tanto que não evoluímos na política brasileira, nos últimos vinte anos.

FHC deveria ter se retirado da vida pública faz tempo. Deveria dar espaço, no seu partido, o PSDB*, para outras lideranças.

Já o Lula, também deveria dar espaços na esquerda, quem sabe dentro do próprio partido, o PT, assim como FHC.

Além do mais, Lula deveria resolver as suas pendências com a justiça brasileira. Ele foi condenado por lavagem de dinheiro, em duas estâncias. Não poderia ser candidato.

De qualquer forma, não deveria se priorizar as eleições de 2022. A prioridade deveria ser o combate à Pandemia. Políticos deveriam unir forças para isso. Salvar vidas e minimizar os impactos econômicos do vírus, na vida dos brasileiros.

Essa mentalidade de “deixar sangrar” já matou mais de 430 mil brasileiros. E mais grave, com os surgimento da variação indiana, no Brasil, já junto com a “nossa” mutação brasileira.

Ou paramos com a mesmice na nossa política ou seremos engolidos pelo vírus. E olha que ele é microscópico.

Observações: PT é o Partidos dos Trabalhadores fundado em 1980. O PSDB é o Partido da Social Democracia Brasileira foi fundado em 1988. Fernando Henrique Cardoso foi Presidente do Brasil entre 1995 até 2003. Lula sucedeu FHC e ficou como Presidente entre 2003 até 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.