E temos oposição?

Ontem, 29 de maio, houveram manifestações contra o governo. Em condições normais, isso não seria um grande problema. Afinal de contas, manifestar-se é normal. Mas, estamos em plena pandemia da Covid19. E a situação no Brasil não é uma das melhores.

Já são mais de 430 mil mortos. E esses números são subnotificados. Não se testa o suficiente e nem se faz autópsia para saber se a morte foi causada pelo vírus ou se havia alguma doença pré-existente.

Também não há nenhuma política para contenção do vírus. Verdade que a maioria vive em condições precárias no Brasil. Não há como fazer um isolamento social, como aqui na Europa Central. Então, a única alternativa seria apostar na vacina.

E nós teríamos condições disso. Como mostrou o depoimento do ex-presidente da Pfizer no Brasil, Carlos Murillo na CPI da Covid19. O governo Bolsonaro rejeitou pelo menos cinco propostas de vacinas. O mesmo foi confirmado pelo depoimento do Diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas. Entre 30 de julho a 18 de agosto de 2020 foram oferecidos 60 milhões de doses da Coronavac. O que o governo fez? Nada.

Seria bom que a CPI da Covid19 desencadeasse o Impeachment do Bolsonaro. Aliás, o que deveria ter sido feito, faz tempo. Até a própria CPI têm a tendência de não dar em nada. O objetivo é enfraquecer Bolsonaro para as eleições de 2022, nada mais.

Acontece que outubro de 2022 ainda é longe. Em tempos de pandemia, com uma média de dois mil mortos por dia, isso seria de uma irresponsabilidade absurda dos nossos políticos.

Manifestação “Fora Bolsonaro”

Eu acompanhei toda a divulgação da manifestação de ontem pelas redes sociais. Foi um movimento coordenado de parte da esquerda. Essa bem dividida. Uma parte quer o Impeachment do Bolsonaro, mas acaba impedida pelo PT que prefere deixar o país sangrar, para retornar em 2022, com Lula.

Já faz algumas semanas, depois da decisão monocrática de Ministro Edson Fachin que liberou Lula da Lava-Jato, um movimento forte para a sua volta para o Palácio do Planalto. Parte da classe artística e imprensa comercial apoia isso.

Muitos fazem por uma questão de nostalgia. Mas, esquecem-se que o ex-presidente foi condenado por lavagem de dinheiro. A questão não é o “lavajatismo” e sim qualquer iniciativa contra a corrupção. Aliás, exatamente por problemas na justiça de seus fillhos que fez o Bolsonaro trair o seu eleitorado. Uma das bandeiras da sua campanha foi justamente o combate à corrupção.

Muitos justificam a manifestação de ontem, como uma válvula de escape para a população. Mas, o que a oposição deveria ter feito, caso ela existisse era articular o Impeachment, subsídios para diminuir os impactos econômicos e vacinas.

Dupla Moral dos que vivem fora

Para completar este texto, eu gostaria de comentar sobre a dupla moral do que vivem fora, especialmente nos países ricos. Não adianta prezar a cartilha da democracia, de onde vivem e defender o populismo no nosso país. Não é assim que avançaremos.

Não se pode seguir apostando no conchavo e na corrupção, como formas de fazer política. Exatamente por isso é que estamos nesse caos político, em plena pandemia que resultou na morte de milhares de brasileiros.

Difícil prever como serão os próximos acontecimentos no Brasil. Uma coisa é certa: o vírus venceu e enquanto não for encarado de forma responsável pelo nossos políticos, será ele, o vírus que vencerá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.