E o Impeachment acontece?

Desde do começo da CPI* da Covid19, ela teve um objetivo claro. Deixar Bolsonaro sangrando até as eleições. O grande beneficiado é o Lula, favorito para 2022, de acordo com as últimas pesquisas.

Mas, os últimos acontecimentos põe em dúvida, se esse sangramento chegará até lá. As revelações dos irmãos Miranda sobre um suposto esquema de corrupção para a compra da Covaxin, imunizante indiano pode ser a gota de água que faltava.

O Deputado Federal pelo DEM de Brasília, Luis Miranda confirmou que alertou Jair Bolsonaro sobre possíveis irregularidades na compra dessa vacina. Seu irmão, que é servidor do Ministério da Saúde entregou documentos comprovando as irregularidades para o Presidente.

Só para lembrar o leitor, a Covaxin só pode ser usada em até 1% da população, com apenas 4 milhões de doses, ou seja, duas milhões de pessoas. Essas vacinas foram compradas com o valor de 1000% acima do normal. Elas foram negociadas com o laboratório Precisa e que teve uma ajudinha do Deputado Ricardo Barros (PP), líder do governo Bolsonaro. As informações são do site “o Antagonista”.

É grave e deve ser investigado. Vale lembrar que a CPI já colheu informações o suficiente para, inclusive endossar um pedido de Impeachment. Aliás, o que deveria ter acontecido.

Além desse escândalo, soma-se a nossa tragedia diária, de vermos milhares de brasileiros falecerem. Como eu já escrevi, no Blog do DricaRibas, não se fazem testes ou autópsias para se saber se a morte se deu somente pelo vírus ou se houve uma doença pré-existente. Se a imprensa não se junta, não teríamos nenhuma idéia.

A Barganha para 2022

Enquanto isso, os políticos focam para 2022. A pandemia ficou para o segundo plano. Muitos esbravejam no Twitter, mas no Instagram seguem com a vida social. Isso não deveria ser assim.

Por outro lado, fazer lockdown um país como o Brasil, é um desafio. Como fazer nas favelas, onde as pessoas dormem amontoadas? Também existe a questão econômica. Para muitos, não há como fazer “Home Office”. Qual a solução? Vacinar o mais rápido possível. E teríamos como fazer isso. Vários depoimentos mostraram que o Brasil podia estar bem avançado, no quesito vacinação.

Mas, a chamada oposição, liderada pelo Lula, prefere esperar “deixar sangrar”. Será possivel? A pandemia no Brasil está longe de ser controlada e as mutações ainda podem surpreender os políticos.

Aqui na Europa, a variante Delta começa a dar trabalho aos europeus, que previam um verão tranquilo. E com vacina, testes, medidas de prevenção, mesmo assim, não sabemos o quanto de liberdade teremos. No Brasil, o vírus pode obrigar o Congresso a aplicar o Impeachment.

Observação: Comissão Parlamentar de Inquérito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.