20 anos de “September 11”

Eu estava em casa, com uma crise de sinusite. Meu marido me ligou e disse: “tacaram um avião, em uma das torres do World Trade Center, em Nova York”.

Cartão postal comprado, em uma viagem para Nova York, no de 1996.

Primeira coisa que eu fiz: ligar a televisão. Na hora! No canal CNN, eu vi, ao vivo, o segundo avião entrando na segunda torre. A apresentadora chorava, copiosamente. Horas depois, as duas torres colapsaram.

Outros dois aviões também caíram. Um acertou o Pentágono, em Washington. O outro caiu em um terreno baldio no estado da Pensilvânia. Seu destino era o Capitólio, mas a tripulação conseguiu desviar.

O fato que esses atentados mudaram a vida de todos para sempre. Seja na na liberdade de ir e vir, para entrar em um avião, com a quantidade de controles ou com a vigilância permanente, onde perdemos parte da nossa privacidade.

E agora, após 20 anos e com o fim da Guerra com Afeganistão, com a retirada das tropas norte-americanas e da Nato, além de uma chuva de refugiados, prevista para a Europa, há o sentimento de que possíveis ameaças terroristas possam a se concretizar. Será?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.