As palavras do Ciro Gomes

Uma reflexão sobre as palavras de Ciro Gomes.

No meio do marasmo da política brasileira que se resume as picuinhas adolescentes entre bolsonaristas e lulistas, Ciro Gomes apontou dois fatos sobre os governos do PT, entre Lula e Dilma. A corrupção do primeiro e a incompetência do segundo.

Falou aquilo que já era o óbvio e o conhecido por todos. Isso fez as redes sociais estorarem, especialmente com os petistas furiosos.

Em 2018, Ciro Gomes falou do voto crítico no PT, com Fernando Haddad como candidato à Presidência e desde de então tenta se distanciar. Depois das boas canetadas do STF para liberar Lula de suas pendências com a Justiça, o PT tenta manter a sua hegemonia na esquerda brasileira.

No passado, com dinheiro em caixa, era mais fácil. Também alia-se ao Mensalão e Petrolão, notórios casos de corrupção da história política brasileira e uma veia ideológica ditadorial cubana, agressiva que gerou em parte do eleitorado brasileiro um tremendo mal-estar. Campo perfeito para criação de um Bolsonaro.

Quem trabalha com redes sociais, já conhece o nome Bolsonaro desde de 2015. Não é caso isolado. O pessoal da extrema-direita já vem navegando de braçada nas redes sociais. Sem espaço na mídia comercial, especialmente a brasileira que é conduzida por petistas, o discurso da extrema-direita seduziu milhares de pessoas descontentas com o sistema político brasileiro.

Para ganhar a eleição em 2018, Bolsonaro navegou na onda lavajatista do Sérgio Moro. Uma vez eleito, se desfez do ex-Juiz como carta já usada no jogo. O resto da história vocês já conhecem.

Como volto nesse ponto? Por uma razão simples: se Ciro Gomes tivesse se desvencilhado do PT antes, quem sabe Bolsonaro não criaria asas e a extrema-direita não teria sido fomentada.

Agora, o que vemos é a polarização entre Lula e Bolsonaro como principais candidatos para as eleições de 2022. Para o lado da centro-direita, Sérgio Moro e Luis Henrique Mandetta já se desvencilharam do Bolsonaro, o que é muito bom. Para a esquerda, a separação de Ciro Gomes também é muito bem-vinda. Mesmo que petistas e bolsonaristas esbravejem e soltem suas farpas para todos, o objeitvo é colocá-los de lado de fora no discurso polítco e posicioná-los no lugar que é o ideal para eles: a insignicância da história.

O lance é que se Ciro Gomes tivesse se desvencilhado do PT há mais tempo, quem sabe Bolsonaro nem estivesse na Presidência.

Autor: Adriana Ribasmayer

Jornalista que adora observar o cotidiano e contar suas histórias. Journalistin mit einem Blick für Alltag Geschichte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: