Testes para a Covid19

Testes de Covid19: Teste do Cotonete ou do Gargarejo.

Navegando pelo Twitter, eu vi alguns perfis meio que idolatrando os testes rápidos para a Covid19. Esses são conhecidos como testes Antigen ou testes do cotonete.

Muitos brasileiros que vivem no exterior e foram passar as festas de fim de ano no Brasil levaram esses testes. A ideia não é ruim, já que se pode saber em quinze minutos, se a pessoa está infectada ou não com o vírus da Covid19.

Os testes do cotonete podem ser comprados em drogarias*, aqui na Europa Central. Costumam vir em uma caixa com quatro a seis testes e podem variar entre 9 a 10 euros.

Por um tempo, aqui na Áustria, houve um tempo que eram disponibilizados gratuitamente nas farmácias*. Mas, esses testes não são considerados confiáveis e já não são utilizados aqui.

Com a variante Ômicron, o único teste válido é do PCR, por ser feito no laboratório.

Teste do Gargarejo

Os testes utilizados atualmente são os testes PCR. Em Viena, esses testes são adquiridos gratuitamente na drogaria Bipa ou os supermercados Billa. Qual é diferença? Os testes PCR são feitos no laboratório.

Com o kit, você faz um gargarejo com uma solução salina. Aí, esse gargarejo é colocado em um tubinho e deve ser levado para o Bipa ou Billa. Mas, é importante fazer a sua inscrição na página do “Alles Gurgelt”. São disponibilizados seis testes por semana.

Já nos outros estados austríacos, pode-se fazer os testes nas farmácias. Mas, não é assim tão simples assim. Em muitos casos, há um fila de espera.

Testes no Brasil?

O que é realmente é um problema no Brasil, é que não se testa o suficiente. Em Brasília, por exemplo, não há testes nos postos de saúde. Isso signica, caso você queira saber está infectado ou não, a única opção é ir para um laboratório.

De acordo com o site Metrópoles, o teste do Cotonete custa 250 reais. Já o teste do PCR custa 330 reais. Qual família brasileira tem grana para isso?

Esse testes deveria ser disponibilizados gratuitamente pelo SUS. E os políticos estão interessado? Não! Nem governo ou oposição.

Observação: Aqui na Europa Central, as drogarias vendem produtos de beleza, limpeza, até comida e alguns medicamentos sem receita. As farmácia é onde se vende os medicamentos. A maioria se exige receita.

Autor: Adriana Ribasmayer

Jornalista que adora observar o cotidiano e contar suas histórias. Journalistin mit einem Blick für Alltag Geschichte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: