Adaptar-se é preciso. Vida no estrangeiro.

Faz vinte anos que vivo fora. O começo não foi fácil. Eu era recém formada em Jornalismo e havia uma montoeira de oportunidades, ainda no Brasil. O primeiro ano na Europa, eu vivia naquele lá e cá. Não sabia, muito bem o que fazer. Até um dia, eu acordar e me olhar no espelho: ou … Continue lendo Adaptar-se é preciso. Vida no estrangeiro.